27 de novembro de 2015

Bolo de cenoura, mel e especiarias

Os bolos que entram no meu livro de receitas pessoal são habitualmente resultado de alguma optimização, que é como quem diz, o resultado final de diversas tentativas falhadas. Bolos que não nos façam largar um suspiro assim que são colocados na boca, não são normalmente registados, para que eu não venha novamente a perder tempo com eles.
O bolo que vos trago hoje foi a mais recente optimização: consiste na junção de duas receitas diferentes e na inclusão de alguns elementos adicionais que achei que funcionariam bem. E se funcionam!
Uma fatia deste bolo de Inverno liga lindamente com um chá bem quente, um copo de leite ou, quem sabe, uma segunda fatia de bolo.


Ingredientes:

160g de cenoura ralada (2 cenouras grandes)
8 rodelas de ananás (vulgo ananás enlatado a que se recorre no desespero de algo doce...sou só eu?)
150ml da calda do ananás
100g de nozes 
4 ovos
50g de manteiga derretida
50ml de óleo
70g de mel
300g de açúcar amarelo
270g de farinha peneirada
3 colheres de chá de canela
2 colher de chá de fermento
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 pitada de cravinho
1 pitada de noz moscada

Preparação:

1. Pré-aquecer o forno a cerca de 180º. De seguida, untar um tabuleiro de alumínio com margarina e polvilhar com farinha. 

2. Triturar o ananás com auxílio de uma varinha mágica, tendo o cuidado de reservar a calda na quantidade indicada. Não triturem até ficar um puré, uma vez que é agradável encontrar pedacinhos de ananás ao comer uma fatia de bolo. 

3. Misturar depois a cenoura ralada, o ananás triturado, a respectiva calda e as nozes, previamente partidas em pedacinhos.

4. Numa outra taça, juntar o açúcar, farinha, canela, sal, cravinho, noz moscada, fermento, e bicarbonato de sódio. Misturar bem todos estes ingredientes secos e reservar.


4. Bater os ovos até estes se encontrarem esbranquiçados e leves. Depois, adicionar os restantes elementos líquidos até atingir uma homogeneização completa: mel, óleo e  manteiga (previamente derretida).

5. Por fim, adicionar a este preparado a mistura de cenoura, ananás e nozes e a mistura de farinha, alternadamente. Neste altura não é necessário bater, sendo conveniente apenas mexer até que tudo fique ligado.


6. Colocar a massa do bolo na forma preparada anteriormente. Levar ao forno até estar cozido. Eu gosto sempre de usar o clássico teste no palito em diversas zonas do bolo.



Sirvam-no cortado em quadrados pequenos e polvilhado com açúcar de confeiteiro. Lembrem-se que por ser Inverno temos de comer mais para manter o metabolismo acelerado e assim ficarmos quentinhos (ou então pensem noutra desculpa qualquer que vos iluda).

                                                      Instagram @inspiracionistas

Sem comentários:

Enviar um comentário