13 de janeiro de 2016

Alimentação Pós-festas #3 - Granola saudável do 'Simply Nigella'

Adoro granola, sempre adorei, porém há anos que havia deixado de a comprar, por várias razões que passo a enunciar: a) as granolas que se vendem em supermercado encontram-se carregadinhas de açúcares refinados (o mesmo se aplica aos cereais, atenção),  b) porque as granolas mais saudáveis são extremamente caras!
Há dias atrás tive um momento de "Eureka" e decidi fazer a minha própria granola. Nada de extraordinário bem sei, mas dexei de lado a atitude contemplativa e passei à acção.
A minha primeira preocupação foi encontrar uma granola que não arruinasse o meu orçamento (visto muitos dos ingredientes serem, quase sempre, demasiado caros), e que fosse saudável, ou seja, sem qualquer tipo de açúcares refinados.
É certo que nenhuma granola é inteiramente barata, ou desprovida de açúcares, no entanto, se gostarem tanto quanto eu, tenho a certeza que encontrarão uma solução de compromisso, tal como eu encontrei esta receita: um bom equilíbrio de açúcares naturais, e ingredientes mais em conta.

A receita que hoje partilho foi retirada do 'Simply Nigella' e é bastante simples e intuitiva. Nada de extraordinário mesmo, apenas uma ideia interessante.
Então se gostarem de uma granola com sabor intenso e crocante, vão gostar desta sugestão.


Ingredientes:

Flocos de Aveia (base principal da granola);
Sementes de girassol;
Sementes de abóbora;
Sementes de sésamo;
Amêndoas com pele;
Sementes de linhaça (para quem gostar)
Azeite;
Xarope de Acer, mel de agáve, ou mel natural (como preferirem desde que sejam naturais);
Canela ;

A preparação foi feita no dia anterior, numa daquelas noites em que me apetece cozinhar até às 1h00.



Preparação:

1. Numa taça funda juntar 500g de flocos de aveia, adicionar as sementes e a canela a gosto (acho que a quantidade pode depender mesmo do gosto de cada um).
2. Juntar cerca de 100ml de azeite estra-virgem, seguido por 100ml do adoçante natural (mel, agave, acér).
3. Envolver tudo muito bem, de modo apenas a lubrificar os flocos e as sementes, sem que estes fiquem "empapados" neste líquido.
4. Colocar no tabuleiro com papel vegetal e tostar em forno baixo (130º) durante 40 minutos.


Depois de tudo isto, basta deixar arrefecer e pode ser transferido para um recipiente de vidro.
Nada melhor do que um tradicional jarro de vidro para manter a granola fresca por mais tempo e sem sabores extra.

A relembrar: apesar das sementes serem sempre um pouco caras, se as adquirirem avulso não pesará tanto no orçamento mensal, e podem controlar as quantidades que de necessitam. É o que faço sempre que posso.

Podem controlar a cor da vossa granola consoante o tempo que a deixam no forno; podem deixá-la bem tostada, mas sem queimar.
Pode ser adicionada a iogurtes, a leite, ou a batidos. Eu escolhi um iogurte de soja e coco para evocar algo tropicalismo nestes dias infidáveis de chuva!

Desta forma, e com esta receita, a granola voltou a fazer parte dos meus pequenos-almoços. Yayyy!


Como sempre, espero que gostem desta sugestão!



Instagram@Inspiracionistas

Sem comentários:

Enviar um comentário